Direto de Paris para curtir o sol da Bahia

Veja como foi a troca de casa feita pela Dora, que passou 15 dias em Imbassaí, no litoral baiano, sem pagar hotel

Na primeira troca, Dora (esq) foi para a casa da Sônia na Bahia, e virou local por duas semanas

O verão na Europa é uma das épocas mais esperadas do ano, mas Dora e a família queriam passar as férias de julho no Brasil. Paris, cidade onde ela mora, teria que esperar: por motivos profissionais, Dora, que é brasileira, tinha que cruzar o Atlântico e seguir, mais uma vez, um roteiro do tipo casa-trabalho-casa. E foi aí que ela recebeu uma dica valiosa da irmã: por que você não faz uma troca de casa com a BeLocal e torna essa viagem bem mais divertida? E foi assim que, o que era uma corriqueira temporada de trabalho no Brasil, virou uma nova e surpreendente forma de viajar.

Dora já tinha pensado em fazer uma troca de casa, mas não levou a ideia adiante. Depois da conversa com a irmã, que mora no Chile e também é associada da BeLocal, ela fez seu cadastro no site e veio o retorno: outra associada estava interessada na troca. “Com a BeLocal foi simples. A reação da Sônia, minha anfitriã, foi imediata. E sua casa foi a primeira que escolhi na região que a gente mais queria, a Bahia, cheia de luz e sol”. Conversa vai, conversa vem, tudo foi acertado.

Tempo bom e muita água de coco

A casa fica em Imbassaí, na Costa dos Coqueiros, no norte da Bahia, uma região que a gente acha que fica ali pertinho do paraíso. Sônia e o marido Narciso vivem em Salvador e, em menos de uma hora, chegam até a casa de praia, cuidada com muito carinho por eles. Para Dora, a casa da Sônia foi um achado e tanto. “A casa é lindíssima, exatamente como nas fotos. A região é encantadora com uma praia tranquila e dunas. As pessoas são bem acolhedoras e tivemos férias tranquilas”, contou.

Sônia e Narciso na foto com a família de Dora (ao centro): férias únicas

A receptividade e a leveza da Sônia também foram destacadas por Dora. “Ela nos buscou no aeroporto, mostrou o local, deu o contato da Rita, uma cozinheira de mão cheia que faz pratos da melhor culinária baiana. Fez de tudo para nos proporcionar a melhor estadia. A casa, que já é linda, estava bem arrumada, a piscina sempre limpa e ainda tinha muita água de coco todos os dias. Um mimo só. Somos muito gratos pela atenção da Sônia e do Narciso”.

Troca não simultânea

Foram duas semanas em solo baiano e a família conseguiu recarregar a bateria. Dora pretende retribuir o carinho quando os anfitriões forem para sua casa em Paris. Sônia e Narciso optaram por uma troca simultânea e vão curtir a casa da Dora na Páscoa, em 2018. Ela revela como pretende se preparar para receber a família da Sônia. “Nosso apartamento fica bem localizado. Fiz um vídeo com imagens do nosso passeio preferido perto de casa e, claro, com a Torre Eiffel. Estou preparando um manual com dicas de restaurantes, lojas legais e passeios culturais para tornar a estadia deles tão boa quanto a minha”.

Como água de coco em Paris não é tão abundante como na Bahia, ela pretende compensar a viagem do casal de outra maneira. “Não vai faltar reciprocidade do champanhe e dos vinhos quando eles chegarem por aqui”, brincou.

Dupla imbatível no paraíso de Imbassaí: charme e conforto que dão mais qualidade às férias

Indicação para os amigos franceses

Após uma experiência agradável, econômica e de muita qualidade, Dora já começou a indicar a BeLocal para os amigos. “Os franceses são loucos pelo Brasil e tenho amigas interessados em trocar de casa”. Ela explica que se sentiu segura em fazer a troca por ter conversado muito e acertado todos os detalhes com a Sônia. Além disso, segundo ela, o apoio da equipe da BeLocal foi fundamental para que conhecesse esse novo modo de viajar.

Outro ponto positivo que ela destaca é que essa não é uma troca que envolve dinheiro, mas afeto e cuidado. « Certa vez alugamos um apartamento muito caro em Israel por um site e quando cheguei em Tel Aviv descobri que a negociação era falsa. Como a BeLocal não propõe nenhuma troca financeira, desta vez não tivemos dúvida que tudo iria dar certo. Falei com a Sônia algumas vezes por mensagens no site e toda a equipe nos apoiou para fazer dessa uma experiência única na minha vida”.

A família da Dora ficou tão feliz com experiência que já está procurando associados interessados em passar o fim de ano em Paris. Eles estão abertos a propostas, preferem uma casa com piscina ou praia mais tranquila para fugir da muvuca do fim de ano e relaxar com tranquilidade.

Gostou do relato da Dora? Então faça uma troca de casa e viva a experiência de viajar como local!

Ah! Em nosso Instagram e Facebook postamos sempre novidades.